Temos como única contra indicação do método, lesões músculo esqueléticas na fase aguda. Passada esta fase dá-se ínicio ao processo de Pilates clinico. Iniciando com trabalho de força muscular, flexibilidade e recuperação dos movimentos. 

A técnica RPG é preventiva e curativa, ensina e educa músculos, de uma forma estática, muitas vezes esquecidos ou pouco trabalhados. Já o Pilates desenvolve estes ensinamentos de forma dinâmica, necessita de maior cuidado e atenção já que seu aprendizado é dinâmico. 

Extremamente indicado nos processos de reabilitação e cada vez mais solicitado por médicos e fisioterapeutas, pois se trata de uma atividade de baixo impacto, sem cargas, pois se trabalha com a resistência das molas. Dando um grande enfoque a musculatura postural. Desenvolvendo assim músculos que suportam a coluna, aliviando dores crônicas, o aumento da capacidade de contração muscular, a melhora da densidade óssea, a diminuição do estresse, o estimulo da circulação, o auxilio no tratamento de lesões de joelhos e dores reumáticas, nos ombros, pós-traumas e também pós cirúrgicos.